LOJÃO OBA OBA

LOJÃO OBA OBA

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

FAMÍLIA É ALVO DE ASSALTANTES EM MARINGÁ , MOMENTOS DE TERROR


FAMÍLIA É ALVO DE ASSALTANTES EM MARINGÁ ,  MOMENTOS DE TERROR

A família de um comerciante residente na rua José Bula na Vila Nova em Maringá passou por momentos de pavor durante um assalto praticado por 3 homens armados e encapuzados ocorrido por volta das 9h30 da manhã dessa quarta-feira.
O comerciante que trabalha com compra e venda de carros estava em frente a residência mostrando um veículo para um comprador quando os bandidos chegaram e anunciaram o assalto. Os ladrões queriam dinheiro jóias e perguntaram se a vítima tinha algum cofre.
O comerciante e sua família foram rendidos, os ladrões reviraram a casa, tomaram os celulares, roubaram um notebook, CPU de um computador, alianças dele e da esposa, algumas jóias, e cerca de R$ 2.000 reais. Dinheiro que estava com comerciante, a esposa e o amigo que negociava o carro.
Depois de revirarem a casa os assaltantes trancaram todos no banheiro e fugiram com os objetos num carro Fox 2015 cor chumbo de placas AAQ-3999 que pertence a RICCI veículos. A TV de 60 polegadas e um celular foi deixado para trás. O comerciante contou que os marginais o ameaçaram a durante todo o momento.

A família acredita que os ladrões estavam sondando a casa, já que desconfiaram de um casal que pode ter repassados informações, eles estavam num ponto de ônibus e que não embarcaram mesmo depois de passar vários ônibus. A polícia esteve está investigando o caso. Se alguém tiver alguma informação sobre o carro levado ou informações dos bandidos denuncie a polícia no 181 ou através do 190 da PM não precisa se identificar.










HOMEM É MORTO COM TIRO DE 12 NA CARA


HOMEM É MORTO COM DISPARO DE UMA ESPINGARDA CALIBRE 12 .

Fernando da Silva, conhecido  por “Barriga”, estava foragido no Paraguai, onde acabou sendo morto com tiro de 12 na cara .    O criminoso era morador do Conj .  habitacional Adriano Correia, em Apucarana, estava foragido no Paraguai, onde era considerado um dos líderes da facção criminosa (PCC), e acabou sendo morto com um tiro de calibre 12 no rosto, o que lhe deixou irreconhecível, o crime aconteceu na cidade de Manta Potrero no distrito de Capitán Bado no Paraguai.  Fernando da Silva, vulgo “Barriga”, tinha muitos antecedentes criminais e mandados de prisão em aberto, por tráfico de drogas e homicídio no Brasil. Segundo informações ele comandava uma grande estrutura do narcotráfico de drogas, onde abastecia em especial Apucarana e região.   O elemento estava vivendo tranquilamente em uma casa de luxo no Paraguai,  estava com documentação Paraguaia falsa com nome de Alcides González Flores, uma pessoa já falecida.   Segundo relatos, três homens chegaram à sua casa e depois de uma breve conversa, um dos homens disparou pelo menos um tiro com uma espingarda calibre 12 no rosto, causando sua morte instantânea. Ele era considerado como um dos chefes do (PCC) e comandava uma estrutura bem organizada, ele enviava grandes carregamentos de drogas para o Brasil em especial Apucarana e região.